Lucro do Itaú Unibanco cresce 14% no 2° trimestre

itau

SÃO PAULO (Reuters) – O Itaú Unibanco encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de 3,603 bilhões de reais, um aumento de 13,8 por cento em relação ao resultado de igual período de 2010, em meio a um crescimento de despesa com provisão para dívidas de difícil recuperação.

O resultado líquido ficou abaixo do esperado pela média de expectativas de oito analistas apurada pela Reuters, de lucro líquido de 3,731 bilhões de reais entre abril e junho.
Em termos recorrentes, o banco teve um lucro líquido praticamente estável, a 3,32 bilhões de reais, também abaixo dos 3,715 bilhões esperados por analistas.
No final de junho, a carteira de crédito da instituição somava 316,96 bilhões de reais, expansão de 21,3 por cento em doze meses.
O banco, maior instituição financeira privada da América Latina, fechou o trimestre com ativos totais de 792,5 bilhões de reais, crescimento de 22,4 por cento sobre igual período de 2010.
A alta no lucro veio junto com um crescimento anual de 29,1 por cento nas despesas com provisão para dívidas de difícil recuperação, que somaram 5,1 bilhões de reais no segundo trimestre. Esta despesa também cresceu na comparação com o primeiro trimestre, que tinha representado gasto de 4,38 bilhões de reais.
Apesar do aumento de quase um terço da provisão para devedores duvidosos o índice de inadimplência de empréstimos vencidos há 90 dias foi de 4,5 por cento, abaixo dos 4,6 por cento do segundo trimestre de 2010, mas 0,3 ponto percentual acima do período de janeiro a março deste ano.
Em termos de rentabilidade, o retorno sobre patrimônio líquido médio anualizado da instituição no segundo trimestre foi de 22,2 por cento, ante 23,4 por cento um ano antes e 22,7 por cento nos três primeiros meses de 2011.
(Por Alberto Alerigi Jr.)

 

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375

 

Postado em 02/08/2011

Reblogado de: http://www.coblog.com.br/blog/index.php?cb=pinheiro&tipo=integra&id=29