O Mês de Junho Encerrou…

O Mês de Junho Encerrou com as Classes Média e Alta com a Corda no Pescoço.

ditos90

Por Beatriz Bulla
São Paulo – O número de pessoas que procuraram crédito no primeiro semestre caiu 7,4% ante igual período de 2011, o que representa o maior recuo da série histórica iniciada em 2008 pelo Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito. Na comparação de junho com o mesmo mês do ano passado, o indicador recuou 6,6%. Em relação a maio, a queda na procura por crédito em junho foi de 2,1%.
A empresa avalia que os níveis elevados de inadimplência e endividamento do consumidor foram responsáveis por reprimir a procura por crédito no primeiro semestre, apesar das medidas de incentivo ao consumo adotadas pelo governo.
Na análise por classe de renda pessoal, a parcela da população com menor renda (até R$ 500 mensais) foi a única que aumentou a procura por crédito no primeiro semestre, com alta de 2% ante igual período de 2011. Os demais segmentos, na divisão por renda, apresentaram queda. Aqueles que ganham entre R$ 2 mil e R$ 5 mil por mês registraram a maior variação: -8,8% em relação ao primeiro semestre de 2011.
Quanto à análise por regiões, o Norte e o Nordeste apresentaram as menores quedas na busca por crédito no primeiro semestre (de 0,3% e 4,7%, respectivamente) em comparação com o mesmo período de 2011. Na mesma base de comparação, a maior queda foi registrada pela região Sul (9,1%), seguida pelo Sudeste (-8,6%) e Centro-Oeste (-5,4%).
O indicador é calculado mensalmente a partir de uma amostra de números de Cadastros de Pessoas Físicas (CPFs) consultados na base de dados da Serasa Experian em transações que configuram relação creditícia entre consumidores e instituições do sistema financeiro ou empresas não financeiras.

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
http://www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375
Postado em  10/07/2012

Reblogado de: http://www.coblog.com.br/blog/index.php?cb=pinheiro&tipo=integra&id=101