Lucro da Caixa sobe 18%…

Lucro da Caixa sobe 18% a R$ 4,2 bilhões em 2012.

 

moedanova

 

A Caixa registrou lucro líquido de 4,2 bilhões de reais entre janeiro e setembro de 2012, aumento de 18% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com o banco o valor é recorde para o período.
A carteira de crédito da instituição chegou a 324,5 bilhões de reais no final de setembro, aumento de 43% ante igual intervalo do ano passado. A participação da Caixa no mercado de crédito cresceu 2,7 pontos porcentuais em 12 meses para 14,5%, segundo o informe da instituição.
A inadimplência do crédito total ficou em 2,06%. A instituição, entretanto, não informou a variação ante trimestre anterior ou mesmo período do ano passado. O patrimônio líquido ficou em 22,5 bilhões de reais, o que representa um aumento de 24,6% em 12 meses, com rentabilidade média de 27,5%.
Em setembro o patrimônio de referência chegou a 49,1 bilhões de reais, com índice de Basileia de 12,6%, conforme o comunicado, também sem comparativo com períodos anteriores.
Crédito imobiliário – A Caixa também informou que sua carteira imobiliária atingiu em setembro 190,6 bilhões de reais, um aumento de 34,9% em 12 meses. De acordo com a instituição financeira, as operações com recursos da poupança chegaram a 98,8 bilhões de reais no período e nas linhas que usam recursos do FGTS, a Caixa alcançou 91,5 bilhões de reais, alta de 34,7% e de 35,4% respectivamente.
Segundo a Caixa, as contratações totalizaram 73,9 bilhões de reais de janeiro a setembro, um crescimento de 33,6% em relação ao mesmo período de 2011. Desse total, 32,5 bilhões de reais foram realizados com recursos da poupança e 30,1 bilhões de reais nas linhas que utilizam o FGTS.
Ainda de acordo com a instituição financeira, o Programa Minha Casa Minha Vida foi responsável pela contratação de 33,4 bilhões de reais, sendo que 19,6 bilhões de reais foram com recursos do FGTS, 4,9 bilhões de reais com subsídio e 8,8 bilhões de reais com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), Fundo do Desenvolvimento Social (FDS) e Orçamento Geral da União (OGU).
Ainda no acumulado do ano até setembro, o saldo das operações de infraestrutura, saneamento e melhoria nas redes de transportes urbanos foi de 22,3 bilhões de reais, expansão de 55,9% em 12 meses. A Caixa informou que parte dos investimentos em infraestrutura e financiamento são voltados para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Até o fim do terceiro trimestre a Caixa contratou 1,3 mil operações de financiamento dentro desse programa, ou 27,7 bilhões de reais, sendo que 19,8 bilhões de reais foram com o setor público e 7,9 bilhões de reais com o setor privado.
(Com Estadão Conteúdo).

 

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
http://www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375
Postado em 20/11/2012

Reblogado de: Coblog