Calote nos cheques cresce 3,26% em janeiro.

A inadimplência nas transações com cheques subiu para 3,26% em janeiro, na comparação com os 2,39% registrados em dezembro, de acordo com dados da Telecheque, empresa especializada em análise de crédito em compras dessa modalidade. O índice também registrou avanço ante janeiro de 2012, quando ficou em 3,02%.

 

charge-cheque-devolvido1

A principal causa da inadimplência em janeiro foi a falta de fundos, que respondeu por 73% dos valores em cheques não liquidados. Os demais motivos que levaram à inadimplência foram cheques sustados (9,8%), roubados ou furtados (4,9%) e fraudados (1,5%), entre outros.

De acordo com a Telecheque, o valor médio dos cheques utilizados nas compras em janeiro subiu 0,37% ante dezembro, passando de 371,20 reais para 372,56 reais. Em relação a janeiro de 2012 (313,29 reais), o avanço foi de 18,9%.

Entre as regiões brasileiras, o índice de inadimplência mais alto em janeiro foi verificado no Norte, com avanço de 4,62%, seguido por Sudeste (3,35%), Nordeste (3,22%), Centro-Oeste (3,13%) e Sul (2,67%).

(Com Estadão Conteúdo)

 

Veja Também:

Caixa registra lucro recorde.

Banco do brasil tem lucro recorde.

 

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375