Mais de 3,2 milhões de brasileiros limparam seus nomes no 1º bimestre.

O total de consumidores que renegociaram suas dívidas e limparam o nome no primeiro bimestre de 2013 ultrapassou 3,2 milhões de pessoas, informou a Boa Vista Serviços, que administra o Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) nesta sexta-feira. 


O número é 5,9% superior ao mesmo período de 2012 e é o maior volume de renegociações verificadas nos dois primeiros meses do ano desde o início da série histórica, em 2005. A pesquisa da Boa Vista foi feita em função do Dia Internacional do Consumidor, comemorado nesta sexta-feira.

Flávio Calife, economista da empresa, atribuiu a melhora aos ganhos reais de renda e à queda dos juros médios cobrados do consumidor. “Com o mercado de trabalho e de crédito ainda favoráveis, o cenário para renegociações deverá permanecer otimista, aumentando o número de pessoas que quitam seus débitos”, afirmou.

Pacote – Nesta sexta-feira, a presidente Dilma Rousseff anunciou, em Brasília, um conjunto de medidas para garantir e regulamentar os direitos do consumidor. Chamado de Plano Nacional de Consumo e Cidadania, o pacote visa transformar a proteção aos compradores em política de estado. A intenção do governo é criar mais mecanismos para assegurar a melhoria da qualidade dos serviços e incentivar o desenvolvimento das relações de consumo.

Segundo dados da Serasa Experian, o Indicador de Inadimplência do Consumidorrecuou 3,4% em fevereiro na comparação com janeiro – o quarto mês consecutivo em que o indicador apresenta retração. Na comparação de fevereiro deste ano com o mesmo mês do ano passado, houve alta de 10,1% no número de inadimplentes. Somando os dados dos dois primeiros meses do ano, o índice de calotes subiu 11,5% em relação a igual período de 2012.   

(com Estadão Conteúdo)

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375