Mercado aposta em alta dos juros a partir de maio.

O mercado financeiro reduziu sua projeção de inflação para este ano, segundo pesquisa Focus divulgada nesta segunda-feira pelo Banco Central. A previsão de alta do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no fim de 2013 recuou de 5,71% para 5,70%. Há quatro semanas, a estimativa estava em 5,82%. Para 2014, a projeção subiu pela quarta semana consecutiva, de 5,68% para 5,70%. Há quatro semanas, estava em 5,50%.

ggg

Os economistas consultados pelo BC continuam projetando manutenção dos juros na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em abril, e alta da Selic em maio, de 7,25% para 7,50% ao ano. Foram mantidas todas as projeções para a taxa básica de juros entre julho e novembro de 2013.

Já a previsão para o crescimento da economia caiu a 3%, ante 3,01% anteriormente. Para 2014, a estimativa do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro se manteve em alta de 3,50%.

Os analistas ouvidos pelo BC para o relatório Focus diminuíram suas expectativas com relação à produção industrial tanto deste ano quanto do ano que vem, após o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgar na semana passada que houve umforte recuo, de 2,5%, entre janeiro e fevereiro. Este foi o maior recuo mensal desde dezembro de 2008 quando, no auge da crise financeira internacional, a indústria do país recuou 12,2%. O número praticamente anula o avanço de 2,6% registrado em janeiro ante dezembro. Na comparação com fevereiro do ano passado, a queda é ainda maior, de 3,2%.

Assim, os economistas estimam agora crescimento de 3% para a produção industrial em 2013, ante 3,12% estimados anteriormente. Para 2014, a perspectiva passou de alta de 3,95% para 3,85%. Já a expectativa para o dólar manteve-se em 2 reais para 2013 e 2,05 reais .

(com agência Reuters)

 

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375