Cade aprova fusão entre Bradesco Dental e Odontoprev

Agora os bancos passarão a dominar outros ramos da economia, pois o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade e sem restrições, a incorporação das ações da Bradesco Dental pela Odontoprev.

Saiba-quais-sao-os-servicos-bancarios-que-nao-podem-ser-cobrados-televendas-cobranca

A decisão se arrastava desde 2009, quando uma fusão entre as duas empresas foi anunciada. Em troca das ações, o Bradesco passa a receber uma participação no capital da Odontoprev.

A decisão do órgão antitruste foi mais branda do que a proposta da Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae) do Ministério da Fazenda, que havia identificado a necessidade de restrições em cinco dos 30 mercados relevantes analisados.

O relator do processo, Elvino Mendonça, salientou que a operação pode levar a uma sobreposição de atividades realizadas pelas duas empresas, mas aprovou o negócio sem condições ou restrições.

Ja o economista Ricardo Ruiz, conselheiro do Cade, enfatizou que, mesmo que a atividade seja muito similar à de planos de saúde, há diferenças nesse segmento. “Estamos trabalhando com planos que são muito assimétricos”, disse o conselheiro.

Juntas, Bradesco Dental e Odontoprev terão cerca de 6 milhões de beneficiários.

(com Estadão Conteúdo)

 

Att.,
Dr. Davi Chedlovski Pinheiro
www.pinheiroadvogados.com.br
OAB/PR 2375