SELIC vai subir. A pergunta é: por que caiu?

20130710-104221.jpg
Em 08/03/12 o Governo Dilma decidiu reduzir a taxa SELIC para desvalorizar o Real assim fazendo o Dólar subir para beneficiar os exportadores. Ignorando totalmente o impacto da inflação. Saiba mais aqui:
https://pinheiroadvogados.org/2012/12/25/governo-reduz-a-taxa-de-juros/
Depois de tudo isso o Dólar subiu, a inflação também e o PIB caiu. Quanta incompetência!
Hoje, dia 10/07/13 o Copom define nova taxa de juros, o mercado aposta em alta para desfazer o erro de março do ano passado, mas agora é tarde pois a inflação já esta sem controle, as famílias deixaram de consumir e até a indústria já começou a demitir.
Após reunião de “dois dias”, o Comitê de Política Monetária do Banco Central anuncia nesta quarta-feira a nova taxa básica de juros do país, a chamada Selic. A expectativa do mercado, segundo pesquisa Focus divulgada pelo BCna segunda-feira, é de que o colegiado promova a terceira alta consecutiva dos juros e eleve a Selic em 0,5 ponto porcentual. A taxa chegaria, assim, a 8,5% ao ano.
O quadro interno de inflação alta e crescimento fraco vai pesar na decisão de política monetária. O Copom manteria, dessa maneira, o ritmo de aperto monetário a que deu início para tentar conter a inflação. A expectativa do mercado é corroborada pela inflação registrada em junho, de 0,26%. Embora o índice tenha registrado desaceleração, a inflação em 12 meses estourou o teto da meta do governo, chegando a 6,7%.
A curva de juros futuros havia chegado a embutir expectativa majoritária de alta de 0,75 ponto porcentual na Selic nesta semana, mas esse cenário perdeu força, com a maioria das apostas nos últimos dias apontando para 0,5 ponto. Os analistas consultados no Focus também mantiveram a projeção para a taxa básica de juros a 9,25% no final de 2013 e de 2014.
Para a inflação, o Focus projeta uma leve desaceleração do índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2013 de 5,87% para 5,81%. Para este mês de julho, as apostas são de que o IPCA deva cair de 0,25% para 0,24%; mas para agosto, o indicador oficial de inflação subiria de 0,30% para 0,31%.
(Com agência Reuters e Estadão Conteúdo)

Saiba mais nos assuntos relacionados por ordem cronológica:

https://pinheiroadvogados.org/2012/12/25/governo-reduz-a-taxa-de-juros/

https://pinheiroadvogados.org/2013/03/14/agora-governo-sinaliza-preocupacao-do-governo-com-a-inflacao/

https://pinheiroadvogados.org/2013/04/10/inflacao-acima-meta-comprova-descaso-do-governo/

https://pinheiroadvogados.org/2013/05/13/inflacao-afeta-renda-e-dificulta-queda-da-inadimplencia/

https://pinheiroadvogados.org/2013/04/15/mantega-enfim-admite-que-juros-podem-voltar-a-subir/

https://pinheiroadvogados.org/2013/04/18/copom-cede-e-aumenta-a-selic-em-025-ponto-porcentua/

Todos os assuntos envolvendo a SELIC: https://pinheiroadvogados.org/tag/selic/