Governo Dilma autoriza cobrança de pedágio em rodovias pelos Bancos

20130917-090741.jpg

OPINIÃO: É inadmissível a venda parcelada de nossas rodovias publicas como o Governo Dilma tem feito. Agora também está autorizado a participação dos Bancos Privados na festa, que com certeza irão cobrar juros mais altos que os bancos públicos das concessionárias que por sua vez irão repassar todos os #JurosAbusivos no preço do pedágio. Isso é vergonhoso! Estão vendendo o #BrasilFiado

Os bancos privados têm condições de responder por uma fatia correspondente a um terço do financiamento relacionado aos investimentos nas concessões previstas no Programa de Investimentos em Logística (PIL), de acordo com previsão do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho.
Segundo ele, tanto o BNDES quanto o governo têm interesse em que haja participação do crédito privado no PIL. Os bancos também têm manifestado interesse e, por isso, essa participação tende a ser significativa.
“Temos condições de chegar a um terço de participação dos bancos. Temos essa expectativa. Vamos ver se ela se confirma”, disse Coutinho, na saída de um seminário da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (Abvcap), no Rio.
Mais cedo, em rápida palestra no seminário, Coutinho destacou que a depreciação cambial pode ser um desafio, mas deixará a economia brasileira mais competitiva. “A depreciação do real pode ser um desafio de curto prazo, mas o governo não deixará a inflação sair do controle e, no fim, quando o ciclo da política monetária terminar, teremos um câmbio mais competitivo”, disse Coutinho, na apresentação em inglês, completando que isso atrairá investimentos produtivos e tornará a economia brasileira mais eficiente.
(com Estadão Conteúdo)

Saiba mais sobre o assunto aqui: https://pinheiroadvogados.org/tag/brasilfiado/