Santander lidera ranking de reclamações no Banco Central

20130917-084039.jpg

Faça sua reclamação aqui: http://www.bcb.gov.br/?RECLAMACAODENUNCIA

O Banco Santander liderou pelo sétimo mês seguido o ranking de reclamações do Banco Central (BC), entre as instituições com mais de 1 milhão de clientes. Além disso, duas instituições públicas, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, passaram a fazer parte da lista de cinco instituições financeiras. O BC considerou que 2.195 reclamações feitas contra as instituições de grande porte no mês passado foram procedentes. Em agosto, o Santander registrou um índice de 1,81, número que considera as reclamações procedentes divididas pela quantidade de clientes multiplicada por 100 mil.
O Santander mostrou relativa melhora no mês passado em relação a seu índice de julho, que tinha sido de 2,64. Na sequência do banco espanhol ficaram HSBC (1,28), Banco do Brasil (1,18), Itaú (1,1) e Caixa Econômica Federal (0,8). Em julho, atrás do Santander, estavam Itaú (1,29), Banco do Brasil (1,21), HSBC (1,00) e Banrisul (0,82).
As reclamações mais comuns contra as instituições que chegaram ao BC foram débitos não autorizados, prestação do serviço conta salário de forma irregular, esclarecimentos incompletos ou incorretos a respeito da circular, que trata justamente do Sistema de Registro de Denúncias, Reclamações e Pedidos de Informações, e cobrança irregular de tarifas por serviços não contratados.
Os números se referem apenas ao descumprimento de normas do Conselho Monetário Nacional (CMN) ou do BC. No ranking de instituições com menos de 1 milhão de clientes, as primeiras posições ficaram com Bonsucesso, BMG, J. Malucelli, BNP Paribas e Banco Daycoval. Entre as administradoras de consórcio, lideram o ranking Sponchiado, Saga, Fiat, Caixa Consórcios e HSBC Brasil.
(com Estadão Conteúdo)