Greve causa redução da procura por crédito

20131007-092648.jpg
Procura por crédito recua em setembro, diz Serasa
Principal fator responsável pela grande queda mensal foi a greve nacional dos bancários, de acordo com os economistas da Serasa Experian
O Indicador da Demanda do Consumidor por Crédito, divulgado nesta segunda-feira, 7, pela Serasa Experian, recuou 9,8% em setembro em relação a agosto. Na comparação com setembro de 2012 houve aumento de 4,4% no número de pessoas que buscaram crédito. No acumulado do ano, comparado ao período de janeiro a setembro do ano passado, o indicador registra alta de 4,6%.
O principal fator responsável pela grande queda mensal foi a greve nacional dos bancários, de acordo com os economistas da Serasa Experian. Iniciada na segunda quinzena de setembro, a paralisação restringiu o atendimento aos correntistas devido ao fechamento de muitas agências.
A maior queda na demanda dos consumidores por crédito em setembro foi registrada na região Sul (-15,4% ante agosto) e a menor, na Centro-Oeste (-2,6%). O indicador caiu 14,1% na região Norte, 14,5% na Nordeste e 6,4% na Sudeste.
A contração foi maior entre os consumidores de baixa renda. O indicador de setembro, em relação a agosto, caiu 10,4% entre os que ganham até R$ 500 por mês e 10,8% entre os que recebem entre R$ 500 e R$ 1.000. Em seguida, o recuo foi perdendo força nos grupos de maior renda: -9,6% na faixa de R$ 1.000 a R$ 2.000 mensais, -7,7% entre R$ 2.000 e R$ 5.000, -5,3% entre R$ 5.000 e R$ 10.000 e -5% acima de R$ 10.000 por mês.