Inadimplência de empresas sobe 1,2% em setembro, aponta Serasa

20131029-100153.jpg
A inadimplência das pessoas jurídicas no Brasil cresceu 1,2% em setembro na comparação com igual mês de 2012, informou nesta segunda-feira a Serasa Experian. Na comparação entre os acumulados de janeiro a setembro de 2013 e 2012, houve alta de 1,4%.
Por outro lado, houve recuo de 7,4% na inadimplência das empresas em setembro, na comparação com agosto.
Os economistas da Serasa atribuíram a queda da inadimplência das empresas na comparação mensal à menor tendência de atrasos de pagamentos entre os consumidores finais das companhias.
“Com o recuo da inadimplência dos consumidores, o fluxo de caixa das empresas tem suas perdas reduzidas, favorecendo a pontualidade de pagamentos e o não inadimplemento por parte das empresas”, informou a Serasa.
O valor médio das dívidas não bancárias nos primeiros nove meses de 2013 foi de 808,85 reais, alta de 6,1% ante igual período do ano passado. Esta modalidade de dívida inclui cartões de crédito, financeiras, lojas e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica e água.
As dívidas com bancos somaram, em média, 5.069,85 reais nos nove primeiros meses do ano, recuo de 3,9% ante igual intervalo do ano anterior.
(com agência Reuters)