Inadimplência do consumidor sobe 1,7% em novembro


O Indicador de Inadimplência do Consumidor, divulgado nesta segunda-feira pela Serasa Experian, registrou alta de 1,7% em novembro ante outubro. Foi o segundo avanço consecutivo do indicador, após um período de quatro quedas mensais seguidas. No acumulado de janeiro a novembro, o índice registra declínio de 1,5% em relação a igual intervalo de 2012. Na comparação de novembro deste ano com o mesmo mês de 2012, o indicador recuou 10,3%.
 Em nota, os economistas da Serasa Experian explicam que o aumento do custo das dívidas, determinado pela sequência de alta das taxas de juros ao longo deste ano, “pode ter contribuído para uma maior dificuldade do consumidor em honrar seus compromissos financeiros”.
 A aceleração do indicador em novembro foi puxada principalmente pelas dívidas não bancárias (junto aos cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia, energia elétrica e água) e pela inadimplência com os bancos, com variações positivas de 4,6% e 0,9%, respectivamente. Já os títulos protestados, que têm menos peso do cálculo, tiveram variação positiva de 2,6%, e os cheques sem fundos apresentaram queda de 8,5%.
 (com Estadão Conteúdo)
 Att.,
 @DrDaviPinheiro
 www.pinheiroadvogados.com.br
 www.pinheiroadvogados.org
 OAB/PR 2375